Planejamento financeiro para enfrentar turbulências da pandemia

Folder

Estamos convivendo com situações totalmente inusitadas. O mundo todo está aprendendo a conviver com toda a turbulência causada pela pandemia de Covid-19. Há muitas dúvidas, mas uma coisa é certa: não podemos, em hipótese alguma, ficar esperando o que irá acontecer e quando tudo voltará ao normal para tomar decisões e avançar. O momento exige muita rapidez e planejamento.

Possíveis cenários

Não sabemos como será a retomada das atividades. Muitos dizem que consultas, procedimentos, exames e cirurgias que ficaram represados serão retomados rapidamente. Outros argumentam que há insegurança na população e só haverá um retorno acentuado após a vacinação em massa. Outros destacam, ainda, que haverá um novo modo de atendimento e uma retomada gradual, em que todos terão que se adaptar.

Com destaque principalmente no âmbito econômico-financeiro, as decisões e adaptações precisam ser altamente dinâmicas para tentarmos perder o mínimo possível e manter a empresa viva e sustentável. O mais importante nesse momento é ter informações rápidas e com mais confiabilidade diante dos possíveis cenários. Se temos pelo menos três panoramas, a recomendação é exatamente desenvolver uma projeção do seu fluxo de caixa nas três situações. Ou seja, em cada uma das hipóteses, a instituição terá recursos para honrar seus compromissos?

Por exemplo: se houver necessidade de adaptações e ocorrer um crescimento gradual (que acredito que será o mais provável a acontecer) e retornarmos ao padrão de 2019 somente por volta de março ou abril de 2021, muitas ações devem (ou já deveriam) ser implantadas a fim de reduzir os impactos no caixa. Não há espaço para enganos, é preciso planejamento. Portanto, é fundamental para a sobrevivência da empresa: conhecer uma previsão de caixa, fazer um planejamento financeiro e saber no que e em quando gastar.

Só que agora, ao pensar na projeção de caixa, temos que fazer simulações das diversas hipóteses, a fim de avaliar a viabilidade financeira em cada uma das situações. A recomendação é exatamente desenvolver diversas previsões, de acordo com os cenários apresentados (ou outros), acompanhar e tomar decisões conforme os movimentos acontecerem, de forma rápida e consistente. A previsão de caixa é considerada uma ferramenta vital para definir a saúde financeira de uma instituição, pois dessa forma tomamos decisões antes de os problemas alcançarem níveis críticos.

Hora de agir

Se na previsão percebermos que o caixa entrará no vermelho e continuará assim se não tomarmos uma decisão, tornam-se necessárias ações imediatas. Nesse caso, o fluxo de caixa mostra com clareza esse quadro, permitindo simular situações a fim de amenizar o problema. O fluxo de caixa proporciona a informação imediata. Ou seja, se a empresa tem ou não saldo, quanto tem a pagar e quanto tem a receber. Com base nesse histórico e nas expectativas, desenvolva as previsões. Em relação às finanças, essa é a melhor forma de amenizarmos toda essa turbulência pela qual estamos passando.

Compartilhe